sexta-feira, 30 de julho de 2010

Não te digo Adeus... prefiro APLAUDIR-TE !!

Meu "querido"  Tony

Não vou escrever a tua Biografia, porque penso ser desnecessário ( tu não gostas de perder tempo) "ÉS" POR DEMAIS CONHECIDO.

De Pequeno (em tamanho) Actor



a GRANDE ENCENADOR

soubeste com a tua sabedoria e humildade ganhar o título de MESTRE, entre a Nova Geração.

Nem sequer vou escrever sobre  o grande Homem, Actor, Encenador, porque não estaria a escrever novidade alguma.

Quero simplesmente salientar a grande lição de vida que  deste quando opinaste, sobre o filme Contraluz, uma excelente obra do Fernando Fragata.

E faço isso através das "tuas proprias palavras", cada pessoa que  aqui te "ouça" e "veja", estará a aprender a Caminhar para a LUZ, tal como tu "Heroicamente" caminhaste  há umas horas atrás.

"Todos caminhamos em direção à luz. Até lá VIVE em CONTRALUZ."




Penso que quem  sofre  como tu sofreste (embora fosses um lutador), muitas  vezes se interroga:
"Porquê EU" ?

Só sabemos as respostas, quando fazemos a "Passagem". Talvez  já tenhas algumas. Agora já não sofres, já não sentes dor, a Paz tomou conta de ti.

Em tua HOMENAGEM, deixo aqui algo de que muito gosto.



Acredita que "ninguem" te perdeu.  Só perdemos quem não estiver no nosso coração e na nossa mente e tu continuarás para sempre em cada um de nós.

Um dia destes quem sabe, não nos encontramos por "AÍ" e teremos ainda algumas "conversas da Treta".

Até um dia....

MC

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Deuses e Crenças... Será que existe alguém absolutamente "Ateu" ?!



DEUS, Divindade, Ser Supremo, BUDA, todos estes Nomes (e não só) têm algo em comum. O Sobrenatural, O Inexplicável, a Força, a Fé, o querer Acreditar. É a "Âncora" que queremos possuir nos momentos difíceis das nossas vidas e a "Esperança" de que, a Morte não seja senão uma Renovação !

Citação:  ** O conceito de divindade assumiu, ao longo dos séculos, várias concepções, evoluindo desde as formas mais primitivas provenientes das tribos da antiguidade até as dogmáticas definições das religiões.

Conceito

Divindade é um ser sobrenatural, usualmente com poderes significantes, cultuado, tido como santo, divino ou sagrado, e/ou respeitado por seres humanos. Normalmente as divindades são superiores aos seres humanos e à natureza.

Divindades assumem uma variedade de formas, mas são freqüentemente antropomorfas ou zoomorfas. Uma divindade pode ser masculina, feminina, hermafrodita ou neutra, mas é usualmente imortal.

Por vezes, as divindades são identificadas com elementos ou fenômenos da natureza, virtudes ou vícios humanos ou ainda actividades inerentes aos seres humanos.

Assume-se que uma divindade tenha personalidade e consciência, intelecto, desejos e emoções, num sentido bastante humano desses termos. Além disso, é usual que uma determinada divindade presida sobre aspectos do cotidiano do homem, como o nascimento, a morte, o tempo, o destino etc. A algumas divindades é atribuída a função de dar à humanidade leis civis e morais, assim como serem os juízes do valor e comportamento humano.

É também comum atribuir às divindades, ou a interações entre elas, a criação do universo e sua futura destruição.

Visão histórica

Historicamente, não é possível definir qual foi a primeira tribo a manifestar uma idéia de divindade. As primeiras dessas concepções teriam surgido nos períodos Paleolítico e Neolítico, e teriam sido manifestadas pelo sentimento humano de um vínculo com a Terra e com a Natureza, os ciclos e a fertilidade. Contudo, os escritos mais antigos até hoje encontrados referem-se às concepções vindas das religiões suméria, védica e egípcia, as quais surgiram por volta de 3600 a.C..

No intuito de criar explicações para a existência dos elementos e dos seres da natureza, bem como para conhecer o sentido dos fenômenos naturais (a tempestade, o vento, o dia e a noite, as estações, etc.), os povos e tribos da antiguidade conceberam diversas divindades que, no mais das vezes, passaram a ter sentimentos e emoções idênticas às dos humanos. Daí derivaram os rituais, cerimônias e sacrifícios, que tinham como objetivo agradecer as benesses enviadas por essas divindades ou aplacar sua ira, que castigava a humanidade com alguma calamidade.

A visão oriental

Budismo – Criado por Siddhartha Gautama, o Buda ou o Iluminado, é geralmente visto como uma religião não-teística, embora pregue a existência de deuses – os devas – que são criaturas que gozam de grande felicidade em seus mundos celestiais. Contudo, esses seres, não são eternos e estão sujeitos à morte e a eventuais renascimentos como seres inferiores, amarrados a um determinado aspecto da natureza, no qual terão que incondicionalmente trabalhar. A existência do homem é passageira e cíclica – o Samsara (conjunto dos ciclos de nascimento e morte). O homem somente estará livre desse “Ciclo de Renascimentos” quando eliminar definitivamente seu auto-apreço atingindo a libertação ou Nirvana.

Para os budistas somente os seres-humanos podem atingir o nirvana ou a iluminação, os deuses por desconhecerem o sofrimento são incapazes de gerar renúncia ou compaixão. O ser Iluminado confunde-se então com a Mente Universal. Diversos Tantras budistas declaram sobre esse Ser Iluminado: “Eu sou o Núcleo de todas as coisas que existe. Eu sou a Semente de todas as coisas que existe. Eu sou a Causa de todas as coisas que existe. Eu sou a Raiz da Existência”.** Fim de Citação !!

Fonte: Wikipédia

Ao debruçar-me sobre este texto, que achei de interesse relevante, não só porque professo o Budismo (como Filosofia de Vida), sem no entanto desacreditar em Deus mas, como Outro Ser Supremo e não como "Regente" de qualquer Religião, pensei que os videos incríveis que abaixo dou a conhecer, poderiam funcionar como analogia aos exemplos  que referenciei  sobre "as Forças Sobrenaturais".

Essas mesmas "Forças" que, como podemos "retirar" do  que veremos  de seguida, embora possam ser "Orientadas" por Divindades (dependendo sempre da interioridade crente ou não de cada um),  acima de tudo estão dentro da nossa Mente e do seu potencial, quando temos a "grande" capacidade de a gerir, sobretudo acreditando em Nós.

Peço a vossa especial atenção para o que vão ver, pois penso que seja um "complemento" para que melhor possam entender, tudo quanto escrevi.

 



Daqui retirem as ilações que por bem entenderem.  Eu retirei as minhas !!

Grata pela vossa atenção e  tempo dispensado !!

MC