segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

A Dor do Sofrimento do Silêncio !



 
video

Algo que todas as pessoas deveriam ver para poderem entender melhor que afinal ataques de pânico, não é "mania" nem loucura, apenas um sofrimento enorme incompreendido, desvalorizado. Atentem nisto por favor e apoiem como puderem, se acaso conhecerem alguém com este problema...  Eu sei do que escrevo.


sábado, 7 de fevereiro de 2015

Ser Ou Ter... Qual A Melhor Parte !



A vida dá-nos grandes "socos" no estômago. Hoje levei um que doeu muito.De qualquer modo, tive de entender as razões do mesmo, e no fim as contrapartidas foram aliciantes. Foi como se perdesse algo mas, ao mesmo tempo ganhasse mais. Parece um contra-senso mas não é.
Mas de repente aparece um dono(a) e tu pensas, chegou a hora...
Se tem dono(a) vou ter de devolver.  Mas se o dono(a) não é mais que um mero dono(a) e nada mais do que isso, o valor estimativo está do teu lado.
Essa perda, passa a ser uma mais valia. Uma melhor apreciação de valores, como se o que está em questão, queira ficar com a parte mais importante do lado que aprendeu a valorizar, a apreciar o valor que lhe dão, que afinal o que aconteceu, não passa do aparecimento de alguém que, vem apenas usufruir do estatuto de possuidor(a) social mas, nao do afectivo. Visto assim não se perde, ganha-se mais ainda.
Tal como diz esta canção, "essa mulher que nunca mais eu encontrei" mas renasceu outra, mais amadurecida, com melhor provas do seu valor e do seu proprio conhecimento.
Talvez entendas, talvez não, (no fundo nem eu me entendo) mas de uma realidade estou certa. De uma breve infelicidade, pode advir uma maior felicidade.

Eu sei que é confuso mas... a dor passou e estou mais feliz ainda.

(c) MC

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Ai Como Doi a Solidão Quase Loucura



Num Grito de Silêncio,  sufoco uma "raiva surda",  cerro os lábios com tanta força que sangram sem eu dar por isso. As palavras, escoaram-se dentro do meu ser.

Ao ouvir este fado, cantado  com toda a alma e  sensibilidade que um ser humano pode deixar "explodir" com a beleza da sua voz,  e ao ler a poesia de uma Mulher tão sofredora, como quem fez esta letra, senti uma emoção tão intensa, um "arrepiar" de cumplices sensações emocionais que, nada mais necessito de escrever, senão... Ai como Dói a Solidão quase Loucura !I

(c) M.C.